Encontre os canais de atendimento para clientes da Apple falarem com a empresa e tirarem suas dúvidas relacionadas a produtos, compras, pedidos, trocas, cobrança indevida, atraso na entrega, devoluções, mau atendimento, problemas na loja e cartão de crédito!

A Apple é uma marca norte-americana e é uma das maiores fabricantes de eletrônicos do mundo. Possui diversos produtos modernos e inovadores à venda na loja online (e-commerce) da empresa. Sua plataforma reúne diversos produtos da própria marca, fornecendo aos visitantes uma experiência de compra diferenciada. A empresa disponibiliza serviços de atendimento e SAC. Nessa página você terá acesso aos meios de entrar em contato com a Apple.

site apple

O que é SAC (Serviço de Atendimento ao Consumidor)?

Compreende-se por SAC o serviço de atendimento telefônico das prestadoras de serviços regulados que tenham como finalidade resolver as demandas dos consumidores sobre informação, dúvida, reclamação, suspensão ou cancelamento de contratos e de serviços.

Segundo o decreto Nº 6.523, a resolução de suas demandas e reclamações devem ser resolvidas no prazo máximo de cinco dias úteis a contar do registro. Também, segundo o decreto, será permitido o acompanhamento pelo consumidor de todas as suas demandas por meio de registro numérico, que lhe será informado no início do atendimento.

Além disso, o decreto deixa bem claro que o SAC deverá obedecer aos princípios da dignidade, boa-fé, transparência, eficiência, eficácia, celeridade e cordialidade, além disso, o atendente que lhe prestará o serviço deverá ser totalmente capacitado para lhe prestar o melhor atendimento possível, além de ter a obrigação de esclarecer todos os seus questionamentos da forma mais clara e precisa possível.

Entrar em contato com a Apple (telefone, 0800, SAC, reclamação, chat, horário de atendimento)

1. Entrar em Contato com o SAC Apple

Para a resolução de problemas, como compras, pedidos, trocas, cobrança indevida, atraso na entrega, devoluções, mau atendimento, problemas na Apple você deve ligar para os números abaixo:

  • SAC (Serviço de Atendimento ao Consumidor):
    Telefone Apple: 0800 761 0880 – Todo o Brasil
    Horário de Atendimento: Não divulgado pela Apple

2. Entrar em Contato com a Ouvidoria Apple

A Apple não possui um canal de ouvidoria, então, qualquer contato com a empresa deve ser feito através de um dos canais citados neste artigo.

A ouvidoria é um canal de contato ao consumidor que busca apurar descumprimentos de uma empresa ou instituição para melhorar os processos e também solucionar problemas de pessoas que não se sentiram satisfeitas com as resoluções apresentadas pelo SAC ou qualquer outro canal de atendimento. Ela é considerada o último meio de atendimento que uma pessoa procura antes de buscar ajuda judicial.

Como a Apple não possui ouvidoria, assim como o SAC Samsung, caso nenhum dos canais de atendimento da empresa sejam capazes de resolver algum eventual problema de forma satisfatória, você deve buscar ajuda através do órgãos responsáveis para que eles te auxiliem sobre quais melhores medidas a se tomar.

3. Email Apple

A Apple não possui um canal de email para atendimento aos clientes. Dessa forma, o contato deve ser feito pelo serviço de SAC ou Meu Suporte Apple.

4. Meu Suporte Apple

Na área de Meu Suporte Apple é possível consultar informações atualizadas sobre reparos, suas reservas e seus casos de suporte técnico. Também é possível comprar ou registrar produtos na AppleCare, além de ter acesso a outros diversos serviços.

Meu Suporte Apple: Clique aqui

meu suporte apple

5. Suporte ID Apple

O ID Apple é a conta que você usa para acessar os serviços da Apple, como iCloud, App Store, iTunes Store, Apple Music, entre muitos outros. Ele inclui o endereço de e-mail e a senha usados para iniciar sessão, bem como as informações de contato, pagamento e segurança que serão usadas nos serviços da Apple.

Independentemente de onde tenha criado o ID Apple, lembre-se de usar o mesmo para iniciar sessão em todos os serviços da Apple. Dessa forma, você acessa e gerencia tudo com apenas uma conta e uma senha.

Suporte ID Apple: Clique aqui

6. AppleCare

AppleCare é o serviço de garantia adicional da Apple que oferece proteção e cobertura de danos físicos e de aplicações em produtos da companhia da marca da maçã. Todos os dispositivos Apple contam com um ano de garantia prevista pela lei. No Brasil, o AppleCare estende esse prazo para dois anos. A garantia estendida só está disponível para Macs, iPads, iPods touch e Apple TVs. Como a Apple faz o hardware, os sistemas operacionais e vários aplicativos, os produtos da empresa são sistemas integrados, ou seja, a empresa oferece aos seus cliente uma vasta gama de serviço de proteção e segurança dos seus produtos num mesmo lugar. Com ele, a maioria dos problemas pode ser resolvida com uma ligação. A maioria do hardware Apple vem com garantia limitada de um ano e até 90 dias de suporte técnico telefônico gratuito. A Apple indica que clientes que desejam aumentar a cobertura dos seus produtos, que compre o AppleCare Protection Plan.

7. FAQ Apple – Perguntas Frequentemente Respondidas

A Apple disponibiliza ao seus clientes a página de Perguntas Frequentemente Respondidas (FAQ). Nessa página, você encontra as principais perguntas dos consumidores de produtos Apple respondidas pela empresa. A Apple sugere que os clientes consultem se a pergunta já existe no FAQ antes que seja feito o contato com os demais canais de antendimento ao cliente.

Página de FAQ Apple: Clique aqui

8. Redes Sociais Apple

A Apple também está presente nas principais redes sociais. Você pode falar pelas redes sociais da Apple acessando os links abaixo.

Instagram Apple: Clique aqui
Facebook Apple: Clique aqui
Twitter Apple: Clique aqui
YouTube Apple: Clique aqui

9. Aplicativo Apple

Download App StoreClique aqui
Download Google PlayClique aqui

Canais de Reclamações

Procons

Os Procons são órgãos vinculados aos governos estaduais que atuam na defesa dos direitos dos consumidores. Os procedimentos variam de acordos com os estados, mas há características comuns. Qualquer pessoa física ou jurídica pode fazer reclamações, que devem ser oficializadas por meio do site www.consumidor.gov.br ou presencialmente nas sedes e postos de atendimento. Não há cobrança de taxas para o auxílio. Alguns Procons possuem sistemas próprios para receber reclamações pela Internet, como é o caso do de São Paulo.

Os órgãos atuam em qualquer relação de consumo, com algumas exceções. No caso do Procon DF, a assistência não ocorre em casos de venda entre particulares, relação entre locador e locatário, multa de trânsito e relação entre advogado e cliente, entre outros. Para fazer a reclamação, é preciso apresentar documento de identificação, comprovante de residência, comprovante da relação de consumo (nota fiscal, recibo, contrato) e outros documentos (como boleto, garantia etc…).

Consumidor.gov.br

O Portal do Consumidor é um recurso criado pelo Ministério da Justiça como parte do Sistema Nacional de Defesa do Consumidor. A pessoa pode registrar uma queixa e a empresa tem até 10 dias para responder. Esse procedimento só é válido para aqueles fornecedores cadastrados no site. Ou seja, o serviço depende de uma adesão voluntária das companhias.

O portal serve como um canal de comunicação e, no período de 10 dias, a empresa pode dialogar com o consumidor. Ao fim do prazo, precisa dar uma resposta à demanda. Já a pessoa que apresentou a reclamação pode comentar o retorno e dizer se considerou a situação resolvida. Se o problema não for resolvido, o Ministério não promove outro tipo de sanção ou processo administrativo.

Juizados Especiais Cíveis

Para quem recorre à Justiça, a alternativa mais simples é entrar com uma reclamação em um juizado especial cível, que são instâncias específicas dos tribunais de Justiça de cada estado. Pessoas físicas com mais de 18 anos, micro e pequenas empresas e organizações da sociedade civil podem acessar este recurso.

As reclamações têm limite de 40 salários mínimos. Se o valor da causa for maior, o consumidor só poderá receber até este limite. Se o caso for de valor de até 20 salários mínimos, não é necessário contratar advogado. No entanto, se o valor for superior, a presença deste profissional passa a ser necessária. Os custos de um advogado são definidos em tabelas da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de cada estado.

As reclamações devem ser feitas por escrito, com cópias de documento de identidade, CPF, comprovante de residência e outros documentos que embasem o processo. É preciso ter também dados da pessoa acionada, como nome, endereço, nacionalidade e profissão.

Os juizados especiais buscam resolver os processos por meio de acordos. Para isso são chamadas audiências de conciliação. Caso não haja consenso, o juiz responsável pode determinar uma sanção se considerar que o consumidor está correto em seu pleito.

Justiça Comum

Outra opção é apelar à Justiça para resolver um impasse em uma relação de consumo. O consumidor pode recorrer aos juizados especiais cíveis ou acionar o Tribunal de Justiça do seu estado. Para isso, independentemente do valor da causa, é preciso contratar um advogado. Mas nem sempre o juizado especial é mais rápido, pois a agilidade depende da fila de processos.

Reclame Aqui (Site)

Reclame Aqui é um site brasileiro de reclamações contra empresas sobre atendimento, compra, venda, produtos e serviços. O site oferece serviços gratuitos, tanto para os consumidores postarem suas reclamações quanto para as empresas responderem a elas.

Trata-se de um site no qual consumidores fazem um cadastro de seus dados pessoais e podem enviar reclamações. A política de privacidade do site não permite a identificação do consumidor na publicação das páginas, pois as reclamações feitas são indexadas por motores de busca e visíveis para consulta. O acesso aos dados que foram cadastrados pelo cliente ocorre apenas com a empresa envolvida, para facilitar a busca da resolução do problema. Assim, é transmitida à empresa envolvida um e-mail com os detalhes, caso ela possua um cadastro para respostas no site.

Com os dados gerados, são obtidos rankings automatizados e o Reclame Aqui faz uma avaliação da empresa utilizando diversos critérios próprios. O status máximo de uma empresa no site é possuir o Selo RA 1000, o qual também possui critérios específicos. Os consumidores podem, depois de terem suas questões respondidas pelas empresa, indicar que o problema foi resolvido ou não, além de ter o direito a réplicas e, ao final, mostrar por meio de smiles a sua opinião sobre a resposta da empresa reclamada.

A descrição do problema que o cliente publica é avaliada por uma equipe do site antes de ser publicada. Isto ocorre pois sua política não permite conteúdo ofensivo na redação dos usuários.

Página da Apple no Reclame Aqui: Apple

Links recomendados de telefones para outras empresas:

Principais Produtos da Apple

  • iPhone SE
  • iPhone 11 Pro Max
  • iPhone 11 Pro
  • iPhone 11
  • iPhone XS Max
  • iPhone XS
  • iPhone XR
  • iPhone X
  • iPhone 8 Plus
  • iPhone 8
  • iPhone 7 Plus
  • iPhone 7
  • iPhone SE
  • Apple Watch Series 5
  • Apple Watch Series 4
  • Apple Watch Series 3
  • Apple Watch Series 2
  • Apple Watch Series 1
  • Apple Watch
  • iPad
  • iPod Touch 
  • iMac 10.12 Sierra
  • iMac 10.12 High Sierra
  • iMac 10.14 Mojave
  • iMac 10.15 Catalina
  • iMac 11.0 Big Sur
  • MacBook Air
  • MacBook Pro

História da Apple

Alguém poderia imaginar que uma maçã, antes colorida e agora prateada, se tornaria mais famosa que a fruta que representa a cidade de Nova York ou a maçã, que é símbolo dos discos dos Beatles? Com certeza não. Em matéria de maçã como um símbolo, a da marca Apple talvez seja apenas comparável a de Adão e Eva. Mas o fato é que, quando se fala em símbolo e quando esse símbolo é uma maçã, com uma pequena mordida é bem verdade, o que hoje nos vem imediatamente à cabeça são produtos revolucionários e inovadores como o tocador de música digital iPod, o telefone celular iPhone, o tablet iPad ou os computadores iMac. A marca que traduz aos usuários toda a imagem da criatividade, inovação, design e originalidade, se tornou uma das mais cultuadas do mundo comanda por décadas por um gênio que se especializou em refinar ideias e conceitos já existentes e apresentá-los sob uma roupagem nova, capaz de gerar um incontrolável desejo de consumo em milhões de pobres mortais.

Tudo começou quando os jovens engenheiros Steve Wozniak e Steve Jobs, que tinham sido colegas de turma no colegial, vislumbraram a possibilidade de desenvolver e comercializar computadores pessoais. Ambos eram ávidos apaixonados por inovação e interessados em eletrônica. Após a graduação, continuaram amigos e em contato direto, trabalhando em empresas localizadas no Vale do Silício. Jobs trabalhava na Atari e Wozniack na tradicional Hewllet-Packard. Jobs com sua grande visão futurista insistia que ambos, mais Ron Wayne, deveriam tentar vender computadores pessoais. A ideia era desenvolver um microcomputador que pudesse ser menor e bem mais acessível que os modelos desenvolvidos pela lendária PARC. Essa ideia e união de três gênios resultaram no surgimento da Apple Computer Company no dia 1° de abril de 1976. Quem diria que esses dois jovens hippies da Califórnia realizariam o sonho de levar o computador, até então desconhecido de muita gente, para dentro das casas.

O capital inicial da nova empresa, com sede na garagem da casa dos pais de Steve Jobs, era originário da venda de uma Kombi e de uma calculadora HP. A palavra “apple” foi escolhida por três razões: o nome iniciava-se com “A”, portanto apareceria listado na frente da maioria dos competidores; ninguém esperaria uma associação de sentidos de uma maçã com computadores, sendo uma aposta no inusitado; e uma maçã está ligada a uma vida saudável (“an apple a day keeps the doctor away”). Além do mais, muito acreditam que a maçã desenhada com faixas era uma alusão à marca listrada da poderosa IBM e o pedaço mordido uma clara referência ao pecado bíblico. Foi nessa garagem que eles construíram 50 computadores em 30 dias para um varejista local, vendendo por US$ 500 cada peça.

imac macbook

Steve Jobs, não queria somente vencer a concorrência no ramo dos computadores pessoais, mas sim, mudar uma sociedade, criar uma nova perspectiva de vida para uma nova geração que estava por vir. A recém-fundada empresa resolveu então colocar no mercado um computador batizado de Apple I, criado e desenvolvido por Wozniack. Porém, os hobistas não levaram o Apple I, vendido por US$ 666.66, a sério e os computadores da empresa só decolaram em 1977, quando o Apple II foi apresentado em uma feira de informática. Primeiro computador a ter o CPU feito de plástico e com designs gráficos coloridos, era uma máquina impressionante capaz de rodar programas gráficos, jogos eletrônicos e utilitários, e fez muito sucesso, apesar de seu preço elevado, cerca de US$ 1.200. Em meados de 1978, o lançamento do Apple Disk II, o floppy drive mais barato da época, fizeram com que as vendas da empresa disparassem. Com o aumento das vendas, veio também um aumento significativo da empresa e pôr volta de 1980, quando o Apple III foi lançado no mercado, a Apple começou a vender seus computadores também para o exterior. No afã de dar continuidade à revolução que iniciou, Jobs cometeu o que talvez tenha sido seu primeiro erro: mandou seus projetistas eliminarem a ventoinha do Apple III, o que resultou na necessidade de substituir milhares de unidades danificadas por superaquecimento.

Três anos mais tarde, seria lançada uma versão revisada do Apple III, mas a imagem da máquina já tinha sido irremediavelmente arranhada pela falha de projeto do modelo anterior. Em 1981 as coisas começaram a se complicar. Primeiro, o mercado ficou saturado dificultando as vendas. Depois, Wozniack sofreu um acidente aéreo ficando ausente da empresa e Steve Jobs assumiu o controle. E para complicar o fracasso do computador Lisa, batizado assim em homenagem a filha de Jobs. Era o início de uma grande crise que culminaria com a saída de Steve Jobs da empresa após feroz desentendimento com John Sculley, CEO da APPLE na época.

Nem o estrondoso lançamento do Macintosh em 1984 foi capaz de conter a crise. De uma hora para outra os computadores da Apple perderam o brilho e traziam uma interface desatualizada para os padrões da época, com características que desagradavam aos consumidores.Foi apenas em 1991 que a Apple começou a acordar de seu pesadelo e lançou o primeiro PowerBook, um computador portátil que reconquistou o público, alcançando um grande sucesso nas vendas. Apesar de todas as ações tomadas pela empresa, em 1995 a Apple continuava em crise. Com problemas para compra de peças e montagem de produtos, a empresa ainda tinha que lidar com questões jurídicas envolvendo a Microsoft e seu Windows 95, que copiou descaradamente a interface gráfica do Mac. Em meados dessa década, quase a beira da falência, a Apple começaria a protagonizar uma das maiores reviravoltas que o mundo dos negócios já tinha presenciado, justamente após a volta de Steve Jobs a empresa em 1996. Com o gênio de volta a marca da maçã iniciou uma sequência incrível de lançamentos de produtos e programas, dentre os quais o iMac (computador cujo gabinete era integrado ao monitor e cuja beleza e ausência dos já conhecidos cabos conectores chamou a atenção do público jovem e colaborou com a popularização da marca), e mais recentemente, nos últimos anos, com o iPod (permitiu que as pessoas transportassem todo o seu acervo de músicas no bolso), iPhone (redefiniu a categoria de smartphones ao se mostrar fácil de usar e reunir uma série de funcionalidades de computação e entretenimento em um só aparelho) e o iPad (que consolidou o mercado de tablets e inaugurou a “era pós-PC”). Além disso, a empresa da maçã lançou o iTunes, um player moderno que armazena, organiza músicas e as sincroniza com o iPod. Junto ao player, a iTunes Store, uma loja em que milhões de músicas podiam ser compradas online, por um preço razoável.

Todos esses produtos se tornaram estrondosos sucessos de vendas e revolucionaram o mundo dos computadores e da comunicação, acabando com as inúmeras crises por qual a empresa passou, transformando-a na mais inovadora e uma das mais poderosas e influentes do mundo. Afinal, Jobs soube como nenhum outro, utilizar a tecnologia como um instrumento para influenciar a cultura e satisfazer, muitos diriam até mesmo criar, desejos e necessidades em consumidores de todo o planeta. E essas maquininhas fantásticas criadas pela Apple, além de contribuíram para a formação de um estilo de vida conectado, afeito à mobilidade e no qual a informação trafega fácil e rapidamente, colocaram o mundo na ponta dos dedos de milhões de consumidores, que transformaram uma maçã mordida em ícone de adoração, arregimentando uma legião de devotos, aquilo que os profissionais de marketing chamam de evangelizadores da marca.

A Revolução na Marca

A crise vivida em boa parte dos anos de 1990 não impediu que Apple fosse pioneira ao lançar produtos revolucionários, como por exemplo, a impressora laser PostScript; o Desktop Publishing; a Universal Serial Bus, popularmente conhecida como entrada USB que substituiu diversas outras, se tornando um padrão mundial, e atualmente usada em Pen Drives e MP3 Players; os primeiros laptops com mouse de série e teclados externos (série PowerBook 100, introduzidos em 1991); o abandono do leitor de disquetes (iMac original, introduzido em 1998); o primeiro computador disponível comercialmente a se basear principalmente no USB para a conexão de periféricos (iMac original, introduzido em 1998); e o primeiro laptop com monitor de tela larga (PowerBook G4, introduzido em 2000).

Em junho de 2005, Steve Jobs surpreendeu o mundo da informática ao anunciar que a Apple estava trocando os processadores PowerPC de seus computadores por processadores da marca Intel. Os primeiros modelos de Macintosh equipados com chips da Intel apareceram à venda no começo do ano seguinte: o MacBook Pro e o iMac, ambos equipados com o processador Intel Core Duo. A frase da campanha para o lançamento dos novos modelos, bastante provocativa, era: “O que um chip Intel faria dentro de um Mac? Muito mais do que já fez em qualquer PC”. Com o lançamento de dois novos produtos, o Apple TV e o iPhone, durante a MacWorld 2007, a APPLE anunciou a mudança do seu nome de Apple Computers Inc. para Apple Inc. Esta mudança ocorreu principalmente pelo novo posicionamento mercadológico que a empresa passou a adotar. A empresa, com estes dois novos produtos, e juntamente com o iPod e seus computadores, passou a atuar não somente no mercado de informática mas também no mercado de eletrônicos. Hoje em dia, MacBooks poderosos, iMacs que carregam toda a potência de um computador dentro do próprio monitor e iPhones e iPads cada vez mais versáteis, provam a total capacidade de inovação da empresa. Além disso, a Apple mostra ao público tecnologias que visam a portabilidade, como o incrível MacBook Air, o iPod nano 3G e o iPad, produtos que provam o poder da empresa no mundo da tecnologia.

Com a morte de Steve Jobs no início do mês de outubro de 2011, a torcida dos fiéis devotos da maçã prateada é de que os homens escolhidos a dedo por ele para seguir com o seu legado, como Tim Cook (para o cargo de CEO), Jonathan Ive (vice-presidente de design e comandante de uma área vital para que os aparelhinhos da inovadora maçã façam o sucesso estrondoso) e Phil Schiller (vice-presidente de marketing), tenham aprendido com o mestre não só a hora de ser pragmático, mas, sobretudo, como ser detalhista e visionário. O desafio desde então é mostrar que a APPLE pode manter acesa a chama da inovação, a capacidade de revolucionar o mercado e influenciar a sociedade.

Com o crescente aumento da concorrência, especialmente por parte da coreana Samsung e do Google, a Apple contra-atacou em maio de 2014 ao adquirir a fabricante de fones e acessórios de música Beats Electronics, fundada pelo rapper Dr. Dre, por US$ 3 bilhões. A aquisição é a maior da companhia americana, superando o pagamento de US$ 450 milhões feito em 2011 pela Anobit Technologies, uma desenvolvedora de semicondudores para memórias Flash. Tudo leva a crer que a empresa pode transformar a Beats em uma megaplataforma de vídeo, música e conteúdo sob demanda. Fundadores da Beats, Jimmy Iovine e o rapper Dr. Dre passarão a trabalhar para a Apple. A empresa, porém, não informou qual será a função deles. Outra novidade aguardada ansiosamente pelo mercado é o lançamento do iWatch, o “relógio inteligente” da empresa americana, que visa explorar o crescente poder dos sensores que podem detectar a temperatura do corpo, localizações geográficas e obedecer comandos de voz da pessoa em movimento.

O Logotipo da Maçã

O logotipo original da Apple, desenhado por Ron Wayne, conhecido por muitos como o terceiro fundador da empresa, mostrava Isaac Newton embaixo de uma macieira. O símbolo da empresa, dizem alguns, foi escolhido, pois representava o senso de descoberta. Afinal, Newton formulou a lei da gravidade quando uma maçã caiu em sua cabeça. No logotipo original da marca é possível ler a seguinte frase: “Newton…A mind forever Voyaging Through strange seas of thought…alone”. Esse símbolo nunca teria muito futuro. Extremamente detalhado, sua reprodução em tamanhos diminutos seria um extremamente complicado. Por isso, esse logotipo duraria apenas alguns meses.

Devido à complexidade e dificuldade de ser reproduzido em vários tamanhos, Steve Jobs contratou Rob Janoff, em 1976, para redesenhar o logotipo. O resultado foi o surgimento do famoso logotipo representado por uma maçã colorida com uma mordida, que muitos acreditam estar relacionando à marca com a história bíblica de Adão e Eva (a maçã é o fruto da árvore da sabedoria) ou até mesmo com o matemático Alan Turing, considerado o pai do computador, que cometeu suicídio comendo uma maçã que ele havia envenenado com cianeto. Porém, o raciocínio mais lógico para a inspiração do logotipo seria: a associação da maçã com conhecimento e a famosa mordida, que significaria a aquisição do conhecimento. Pelo lado bíblico, simbolizaria a sedução provocada pelos seus produtos e a busca por nossos desejos. Também é um trocadilho: mordida, em inglês, é bite, que obviamente lembra byte. E byte, é coisa de computador. Já as cores também têm vários significados: um deles remete aos estudos de Newton com os prismas. Outra é mais simples: são as cores do arco-íris (mas não seguem a mesma ordem). Porém a mais coerente é que o primeiro computador pessoal da empresa conseguia reproduzir imagens em um monitor a cores. O nome Apple, com a tipografia serifada clássica, era utilizado como complemento para determinados meios, não sendo obrigatório, portanto.

Em 1998 a maçã se tornou monocromática e preta. Já no ano seguinte o logotipo assumiu várias cores para acompanhar as cores do iMac. Em 2001 a maçã ganhou uma coloração cinza/prateada com efeitos de sombreamento. O logotipo atual, introduzido em 2003, adotou uma cor cinza cromada, passando uma imagem de tecnologia e sobriedade.

A mais criativa e inovadora empresa do mundo está presente em mais de 125 países, contando com aproximadamente 430 lojas próprias localizadas, em grande maioria, nos Estados Unidos, além de unidades em outros 15 países como Inglaterra, Canadá, Japão, Itália, Austrália, China, Suíça, Alemanha, França, Espanha, Turquia, Holanda e Brasil. Em 2013 seu faturamento foi superior a US$ 170 bilhões. E desse montante, o iTunes, faturou aproximadamente US$ 6 bilhões dos US$ 10 bilhões ganhos com vendas de produtos digitais. O sucesso da marca pode ser traduzido em números: O iTunes já vendeu mais de 17 bilhões de músicas, desde seu lançamento; o iPod, que está em declínio no mercado, já vendeu mais de 350 milhões de unidades desde seu lançamento; foram comercializados mais de 800 milhões de aparelhos com o sistema iOS, incluindo 200 milhões de iPads e 500 milhões de iPhones; mais de 55 bilhões de aplicativos baixados através da App Store; as vendas na Apple Stores, onde já passaram mais de 450 milhões de pessoas, chegam a cifras superiores a US$ 14 bilhões anualmente; além de possuir mais de 80 milhões de usuários de seus computadores. Outro dado relevante é que 97% dos usuários do iOS estão com a versão mais recente do sistema em seus aparelhos. Se não bastasse esse expressivos números, dois de seus ícones, o iPhone e o iPad, faturam mais que todos os produtos da Microsoft, cujo pilar é o Windows. Em 2013 a empresa investiu US$ 4.5 bilhões na área de Pesquisa e Desenvolvimento. Se Alexandre “O Grande” estivesse vivo estaria com medo desse reinado. Afinal, a Apple nunca foi tão rica e poderosa.

Fonte: mundodasmarcas.blogspot.com

Endereço da Apple no Brasil

A empresa Apple Inc., inscrita sob o CNPJ 00.280.273/0001-37, tem seu escritório localizado na R. Leopoldo Couto de Magalhães Jr., 700, 7º andar, Itaim Bibi, São Paulo/SP– CEP 04542-000.

Palavras-Chaves de Busca

0800 apple, aplicativo apple, app apple, atendente apple, atendimento apple, black friday apple, canal atendimento apple, cartão apple, cartão de crédito apple, cartão mastercard apple, cartão visa apple, celular apple, chat apple, cobrança apple, cobrança indevida apple, compra apple, crediário apple, crédito apple, cupom de desconto apple, devolução apple, dívida apple, empréstimo apple, endereço loja apple, entrar em contato apple, facebook apple, fatura apple, financeira apple, instagram apple, linkedin apple, loja centro apple, loja física apple, loja online apple, ouvidoria apple, problema apple, promoção apple, reclame aqui apple, redes sociais apple, renegociação apple, sac apple, serasa apple, site apple, spc apple, telegram apple, troca apple, twitter apple, vale presente apple, whatsapp apple, youtube apple, cancelar cartão apple, segunda via cartão apple, renegociar cartão apple, proposta cartão apple, limite cartão apple, cancelar cartão apple, juros cartão apple, fatura cartão apple, apple 0800, apple aplicativo, apple app, apple atendente, apple atendimento, apple black friday, apple canal atendimento, apple cartão, apple cartão de crédito, apple cartão mastercard, apple cartão visa, apple celular, apple chat, apple cobrança, apple cobrança indevida, apple compra, apple crediário, apple crédito, apple cupom de desconto, apple devolução, apple dívida, apple empréstimo, apple endereço loja, apple entrar em contato, apple facebook, apple fatura, apple financeira, apple instagram, apple linkedin, apple loja centro, apple loja física, apple loja online, apple ouvidoria, apple problema, apple promoção, apple reclame aqui, apple redes sociais, apple renegociação, apple sac, apple serasa, apple site, apple spc, apple telegram, apple troca, apple twitter, apple vale presente, apple whatsapp, apple youtube, apple cancelar cartão, apple segunda via cartão, apple renegociar cartão, apple proposta cartão, apple limite cartão, apple cancelar cartão, apple juros cartão, apple fatura cartão, telefone sac apple, sac apple telefone, sac apple, apple sac, suporte apple telefone, telefone suporte apple, contato apple, apple contato, telefone iphone, iphone telefone, atendimento apple, apple atendimento, apple suporte telefone, apple telefone suporte , suporte tela quebrada, tela quebrada suporte, applecare telefone, telefone applecare, suporte applecare, applecare suporte, telefone sac applecare, applecare telefone sac , suporte iphone, iphone suporte, suporte imac, imac suporte, suporte iwatch, iwatch suporte, suporte macbook, macbook suporte, telefone iphone, iphone telefone, telefone iphone, imac telefone, telefone imac, iwatch telefone, telefone iwatch, macbook telefone, telefone macbook, suporte ios, ios suporte, suporte vidro quebrado, vidro qubrado suporte, iphone quebrado suporte, suporte iphone quebrado, conserto iphone, iphone conserto, concerto iphone, iphone concerto, conserto celular, celular conserto, concerto celular, celular concerto, conserto iphone, iphone conserto, concerto iphone, iphone concerto, iphone sac, sac iphone, conserto imac, imac conserto, conserto iwatch, iwatch conserto, conserto macbook, macbook conserto, conserto tela, tela conserto, conserto macbook, macbook conserto, iphone se, iphone 11 pro max, iphone 11 pro, iphone 11, iphone xs max, iphone xs, iphone xr, iphone x, iphone 8 plus, iphone 8, iphone 7 plus, iphone 7, iphone se, apple watch series 5, apple watch series 4, apple watch series 3, apple watch series 2, apple watch series 1, apple watch, ipad, ipod touch , imac 10.12 sierra, imac 10.12 high sierra, imac 10.14 mojave, imac 10.15 catalina, imac 11.0 big sur, macbook air, macbook pro, tela

0 comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *